Leitão nasce com duas cabeças na zona rural de Rio Paranaíba; professor da UFV explica situação

Escrito porem 14 de outubro de 2020

Um fazendeiro da zona rural de Rio Paranaíba foi surpreendido nesta quarta-feira (14), ao perceber que uma de suas porcas, havia dado à luz a um leitão com duas cabeças. A situação anormal chamou a atenção do empresário que entrou em contato com nossa redação para relatar o fato.

Wanderley Paiva disse que estava esperando a porca dar à luz e para sua surpresa, o leitãozinho veio com duas cabeças. Ele contou que ficou assustado com o caso, uma vez que nunca tinha visto algo parecido. Segundo as informações do empresário, o leitão não resistiu e acabou morrendo.

Nossa redação entrou em contato com biólogos e professores do campus da UFV em Rio Paranaíba para falarmos sobre o caso. De acordo com as informações do professor Rubens Pasa, essas anomalias não são uma causa bem esclarecida, mas que, aparentemente, o cruzamento entre parentes pode ser uma das explicações.

O professor disse ainda que durante a formação do feto, por algum motivo ocorre uma separação parcial das células que estão em desenvolvimento completado formando uma cabeça dupla que, segundo ele, pode ser parcial ou até total. “Essas anomalias não tem uma causa muito bem esclarecida, mas aparentemente o cruzamento entre parentes pode ser uma das explicações. Durante a formação do feto, por algum motivo ocorre uma separação parcial das células que estão desenvolvendo a cabeça, que depois tem o desenvolvimento completado formando uma cabeça dupla que pode ser parcial ou até total. Entre as causas mais relacionadas estão fatores genéticos hereditários (mutações em algum ou ambos os parentais, por isso o cruzamento consanguíneo pode agravar o aparecimento), agentes mutagênicos (toxinas que agem no DNA das células), infecções ou até deficiências vitamínicas”.

Texto: Gilberto Martins


Faixa atual

Título

Artista