Faixa atual

Título

Artista


Mais oito casos de coronavírus são confirmados e Estado confirma o sexto óbito em Rio Paranaíba

Escrito porem 31 de agosto de 2020

Mais oito casos do novo coronavírus foram confirmados nas últimas 24 horas em Rio Paranaíba, segundo aponta o último boletim epidemiológico da Secretaria de Municipal de Saúde. De acordo com os dados, ao todo o município atingiu os 196 casos, sendo 28 ativos e 163 considerados curados. Nove pessoas ainda aguardam o resultado do exame que detecta o vírus.

Os testes já descartados passaram de 630 e 1438 já foram liberadas da quarentena. Cinquenta e quatro pessoas ainda estão sendo monitoradas com síndrome gripal ou por terem contato com pacientes que testaram positivo para doença. Um paciente ainda está internado na ala clínica do hospital municipal.

Em Guarda dos Ferreiros, no entanto, os números também subiram conforme aponta o documento da SMS. Os casos confirmados na comunidade já chegam aos 208, sendo 26 ativos e 182 considerados curados. Sessenta e quatro pacientes ainda estão monitorados e 813 pessoas liberadas da quarentena.

Na comunidade, 164 exames já foram descartados após testarem negativo. A nossa reportagem recentemente questionou o setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde de Rio Paranaíba sobre os dados de Guarda dos Ferreiros, uma vez que, desde o momento em que separou os boletins com os dados da doença, não houve nenhum paciente internado nem na UTI e nem na ala clínica. Além disso também não houve registro de morte pela doença na comunidade até então.

Com isso, fomos informados até o momento todos os óbitos já registrados são de Rio Paranaíba e que nenhum é de Guarda dos Ferreiros. Da mesma forma, segundo as informações, não teve nenhum paciente internado até então.

Também questionamos o porque que a Secretaria de Estado de Saúde confirmou na última terça-feira, dia 25, o sexto óbito no município, sendo que os boletins epidemiológicos divulgado pela própria secretaria municipal não trouxe a informação de suspeita dessa morte pela doença. Conforme as informações, a Secretaria de Saúde havia entrado em contato com a Superientência Regional de Saúde em Patos de Minas para obter informações sobre esse óbito, porém, não tiveram retorno.

Texto: Gilberto Martins