Primeiro caso de coronavírus em Patrocínio recebe alta e é liberada de isolamento

Escrito porem 24 de março de 2020

Depois de 14 dias em isolamento, após ser diagnosticada com Coronavírus, a mulher de 37 anos que havia ido a Itália e retornado a Patrocínio já com a Covid-19 foi liberada do isolamento domiciliar, pois não apresenta mais os sintomas do vírus.

De acordo com a coordenadora de atenção à saúde da Secretaria de Saúde, Noílma Passos, a paciente cumpriu à risca as determinações do Ministério da Saúde, e isolada em sua residência ficou completamente livre dos sintomas e também do risco de transmitir a outras pessoas. Noílma disse que, a partir de agora, a mulher pode retornar as suas atividades normais, pois não apresenta risco as demais pessoas.

Patrocínio conta hoje com 16 casos suspeitos, todos eles estão sendo monitorados pela Secretaria e não há internados nos hospitais da cidade.

Noílma destacou que os 16 suspeitos podem ser confirmados ou descartados, mas para isso deve esperar os inquéritos realizados pela Secretaria, e após ser submetido a avaliação do Ministério da Saúde.

Como o Brasil já passou para o quadro de transmissão comunitária, os casos suspeitos não serão notificados, apenas aqueles casos que agravarem e evoluírem para uma síndrome respiratória grave. Esses casos serão informados na planilha não como caso suspeito de coronavírus, mas sim como pessoas com síndrome gripal e então serão monitorados durante 14 dias, tomando todas as providências necessárias e cuidados de isolamento.

Texto: Filipe Rodrigues/Difusora 95


Faixa atual

Título

Artista