Conheça os dois vereadores mais jovens da história de Rio Paranaíba

Escrito porem 18 de novembro de 2020

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) elegeu os dois vereadores mais jovens da história de Rio Paranaíba no último domingo (15). O bolsonarista, coordenador da Direita Minas no município e locutor, Matheus Júnior de 20 anos foi eleito com 194 votos e a estudante de Engenharia Civil do campus da UFV e estagiária, Loren Luiza de 21 anos, foi eleita com 152 votos.

Matheus Júnior, um jovem da zona rural que ficou conhecido nas eleições presidenciais de 2018 ao ser um dos militantes do Presidente de República eleito, Jair Bolsonaro. Não demorou muito para que ele chegasse aos microfones das rádios Paranaíba FM e Máximus FM, onde ganhou muito mais popularidade com sua voz marcante.

Passados dois anos, o jovem locutor já conseguiu para Rio Paranaíba com o apoio de deputados bolsonaristas, diversas verbas para a educação e para a área da saúde. Ele, mesmo ser um político, fez muito mais pela cidade do que muitos outros vereadores que já passou pelo legislativo municipal.

Ao tentar pela primeira vez uma cadeira na Câmara Municipal, Matheus conquistou os eleitores com suas propostas de mudança e renovação na casa de leis do município. O próprio presidente, Jair Bolsonaro (sem partido) reconheceu sua vitória em uma postagem feita em suas redes sociais.

Em conversa com a nossa redação, o jovem destaque que ser o vereador eleito mais nova da história de Rio Paranaíba é uma imensa responsabilidade e que agora tem a honrar cada voto que foi conquistado. “Para mim foi muito especial. Ser o vereador eleito mais novo da história de nossa cidade é uma imensa responsabilidade, pois antes da eleição muito foi falado em colocarmos pessoas novas na Câmara, o que também reflete na eleição da minha amiga e companheira de partido Loren Luiza, a segunda pessoa mais nova da história de nossa cidade com 21 anos. Agora tenho que honrar cada voto que foi depositado em minha pessoa por acreditar na força da juventude”, disse.

Em contrapartida, Lóren Luiza é a vereadora mais jovem da história. A menina meiga, religiosa e estudiosa chega à Câmara Municipal com um propósito diferente. Ela conseguiu angariar 152 votos, após uma campanha feita, assim como os demais, pela internet e com o apoio dos familiares e amigos.

Estudante do campus da Universidade Federal de Viçosa no município, Lóren fez estágio na Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Obras. A jovem é vicentina há oito anos e já participou de diversos campeonatos microrregionais representando Rio Paranaíba com o time de vôlei.

Em conversa com a nossa redação, Lóren disse acreditar que o papel do jovem na política vai além dos debates virtuais e que o resultado das eleições mostrou que a população também acredita nisso. Ainda segundo a jovem vereadora, nenhuma mudança acontece na noite pro dia e que se compromete a luta pela cidade por meio da fiscalização, projetos e busca de recursos.

“Sempre acreditei que o papel do jovem na política deve ir muito além de debates virtuais. O resultado desta eleição prova que a população também acredita nisso. Estando prestes a assumir um cargo tão importante, me sinto extremamente honrada e ciente da responsabilidade que será verear em nossa cidade. É enorme minha gratidão a todos aqueles que acreditam na mudança, que acreditaram e confiaram o voto a mim. Sei que nenhuma mudança se efetiva da noite para o dia, mas esse foi um primeiro e importantíssimo passo. Mesmo ciente das limitações de um vereador, sei que por meio do trabalho honesto, com imparcialidade, coerência, insistência e garra, muito pode ser feito através do legislativo. Como Rio Paranaibana, me comprometo a lutar incansavelmente por nossa cidade, por meio da fiscalização, projetos e busca de recursos. Como jovem e mulher no legislativo, assumo a responsabilidade de honrar, representar e dar voz àqueles que nunca tiveram”.

Matheus e Lóren representam a renovação que os eleitores de Rio Paranaíba queriam para o legislativo municipal. Além deles, também chegam à casa de leis, Nilton Boaventura, Mariano da Cerâmica, Leida de Chaves e Totonho de Palmeira que já passaram pelo legislativo em outros mandatos. Zé Catinga, Enes e Facão conseguiram se reelegeram para mais um mandato.

Texto: Gilberto Martins


Faixa atual

Título

Artista