• Sem categoria

Estelionatário falsifica folhas de cheque em nome da prefeitura de Rio Paranaíba

Escrito porem 20 de outubro de 2017

A Polícia Militar registrou nesta quarta-feira (24), uma ocorrência de falsificação de cheques. De acordo com informações repassadas à nossa redação, o proprietário de uma casa lotérica acionou uma guarnição relatando que no dia anterior um taxista havia efetuado o pagamento de dez boletos bancários, utilizando cheques preenchidos no valor de R$ 1.000,00 cada no nome da Prefeitura Municipal.

O proprietário relatou ainda que quando os cheques chegaram na agência do Banco do Brasil foi descoberto que eram falsos e foi feita a devolução de todas as folhas. Diante dos fatos, o taxista foi localizado e explicou que na tarde daquele dia havia recebido uma ligação solicitando seus serviços de taxi e mostrou para os militares, o número da pessoa que havia ligado.

Ele contou que a pessoa pediu para ele deslocar até a Prefeitura Municipal e, ao chegar no local, um cidadão moreno de estatura mediana saiu da sede administrativa com um envelope nas mãos se identificando como secretário. Esta pessoa disse ao taxista que precisava pagar alguns boletos, mas que teria que ir até São Gotardo e que, portanto, precisava que o taxista fosse até a casa lotérica fazer o pagamento dos boletos pelo valor de uma corrida que seria de R$ 20,00.

Ainda de acordo com as informações repassadas pela Polícia Militar, após receber o valor da corrida, o taxista deslocou até a casa lotérica e entregou o envelope ao funcionário, comentando que tinha sido enviado por um secretário da Prefeitura Municipal. O funcionário da lotérica realizou a quitação dos boletos que totalizaram R$ 10 mil reais, só descobriu que as folhas eram falsas após serem devolvidas pela agência bancária.

É importante ressaltar que os boletos não estavam no nome do taxista e sim, no nome de uma mulher que não reside na cidade. Segundo a Polícia Militar, existem vários registros de golpes semelhantes em Minas Gerais, onde estelionatários falsificam folhas de cheques em nome de prefeituras e depois contrataram mototaxistas ou taxistas para realizaram o pagamento em instituições bancárias e desaparecem sem deixar rastro. Um fato semelhante aconteceu nas cidades de São Sebastião do Paraíso, Três Marias, Pompéu e Coração de Jesus.

POSIÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL

Em conversa com nossa reportagem na tarde de quarta-feira, o prefeito municipal Valdemir Diógenes disse que registrou o boletim de ocorrência e ressaltou que, como a conta que estava no cheque não existe, os cofres públicos não foram afetados. Ele disse ainda que as pessoas envolvidas na ação não possuem nenhuma relação com a Prefeitura de Rio Paranaíba e que o homem se identificou como sendo secretário de finanças e a mulher, dona dos boletos, como tesoureira.

O fato foi registrado e repassado para a Polícia Civil que fará a investigação sobre o responsável pelo golpe na cidade.

Texto: Gilberto Martins


Opiniões dos leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.



Faixa atual

Título

Artista