• Sem categoria

Moradores do loteamento São Francisco em Rio Paranaíba sofrem com constantes quedas de energia

Escrito porem 12 de setembro de 2016

Moradores do loteamento São Francisco, próximo ao Parque de Exposições da cidade, estão sofrendo com as constantes quedas de energia, devido a rede de distribuição ser considerada pela Cemig como parte da zona rural. De acordo com relatos que receberam à nossa redação, as quedas e picos de energias estão constantes ficando impossível deixar qualquer equipamento eletrônico ligado na tomada.

O morador Eduardo Mendes que já teve vários equipamentos queimados devido à queda de energia conta que já chegou a entrar com uma ação contra os proprietários do loteamento São Francisco. Mas que até o momento não obteve nenhuma resposta satisfatória e que ele e os vizinhos continuam sofrendo sem energia em casa dentro de uma área urbana.

Eduardo chegou a procurar a Secretaria de Infraestrutura, transporte e obras do município e foi informado pelo secretário Maycon Cristian que os proprietários do loteamento já foram notificados para regularizar o local com rede de esgoto, rede pluvial, energia e construção de meio-fio.

A alegação da Cemig é que o loteamento foi construindo dentro de uma área que até hoje é considerada como da zona rural e que por isso, não existe previsão de manutenção ou melhorias na rede elétrica que abastece o bairro. A concessionária ainda alega que o proprietário do loteamento é que deve regularizar a situação do local para que seja feita alguma obra.

Na segunda-feira (01), enquanto Eduardo estava em energia em casa por diversas vezes durante o dia, o vizinho de fundo estava com energia por simplesmente estar dentro da área urbana. No local residem diversas pessoas entre elas crianças, idosos e doentes que não podem ficar sem a energia elétrica, pois, precisam refrigerar seus medicamentos e alimentos. Eles aguardam uma solução imediata.

Com essa constante queda de energia, até a central da Copasa que fica dentro desse loteamento vem prejudicando toda a cidade com a paralisação das bombas que distribuem a água para os demais bairros na cidade. Recentemente divulgamos que os moradores estavam sofrendo pela falta de água e, naquela oportunidade, conversamos com o responsável pela Copasa em Rio Paranaíba onde ele nos relatou que naquela época, as constantes interrupções no fornecimento de água na cidade eram devidas as quedas de energia na central que fica ao lado do Parque de Exposições e que a empresa estava procurando outras formas para evitar que o problema se agravasse.

Texto: Gilberto Martins


Opiniões dos leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.



Faixa atual

Título

Artista