Procurador-geral de Justiça de Minas Gerais recebe medalha Hélio Costa e título de cidadão honorário em Rio Paranaíba

Escrito por em 7 de dezembro de 2019

Em uma noite de gala, o Procurador-Geral de Justiça de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet, esteve em Rio Paranaíba para receber duas homenagens: uma foi a medalha Hélio Costa e a outra o título de cidadão honorário. Com a presença de diversas autoridades dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, a cerimônia foi realizada no LAE 136 do campus da Universidade Federal de Viçosa.

Antônio Tonet iniciou sua carreira como Promotor de Justiça em Rio Paranaíba, onde ficou por muitos anos e fez um excelente trabalho e muitos amigos. Durante as homenagens, o comerciante Carlos Raimundo da Cruz, relatou uma história de como conhecer o procurador-geral quando ele chegou ao município rio paranaibano e como foi as atividades desenvolvidas por Antônio Tonet.

 O promotor de Justiça, Dr. José Geraldo que, foi promovido e assumiu a comarca de São Gotardo, também relatou em suas palavras a personalidade do procurador-geral e o parabenizou pela honraria recebida e por agora ser seu conterrâneo, uma vez que o promotor também recebeu o título de cidadão honorário de Rio Paranaíba.

Também estavam presentes no evento os prefeitos de Rio Paranaíba, Valdemir Diógenes e de Arapuá, João Terto, que entregaram uma cesta com produtos das duas cidades para Antônio Tonet como forma de reconhecimento do seu trabalho. As servidoras do Tribunal de Justiça de Minas Gerais da comarca também entregaram lembranças ao procurador-geral.

O presidente da Câmara Municipal, João Wilson de Almeida entregou para o homenageado, o título de cidadão honorário, concedido na última reunião ordinária realizada pela casa legislativa de Rio Paranaíba.

Durante seu discurso, Antônio Tonet fez questão de relembrar o início da sua carreira em Rio Paranaíba e os amigos que fizeram no município. Ele recordou do dia que chegou na cidade em um ônibus na rodoviária e os dois policiais que existiam no município forma recebe-lo e encaminhado para o hotel. Emocionado, ele agradeceu imensamente as honrarias que recebeu na noite desta sexta-feira em Rio Paranaíba.

Após a cerimônia, Tonet conversou com a nossa reportagem e falou da alegria de receber as homenagens em Rio Paranaíba; confira.

 

MEDALHA HÉLIO COSTA

Criada em dezembro de 1995, a comenda agracia uma única vez personalidades e instituições que tenham prestado relevantes serviços ao Poder Judiciário local. O objetivo do evento é aproximar o Judiciário e a comunidade.

A medalha e um diploma são entregues bienalmente em todas as comarcas do estado, sempre nos anos ímpares, desde 1996. A recomendação é que a homenagem seja outorgada preferencialmente nas comemorações pelo Dia da Justiça, 8 de dezembro, entretanto algumas comarcas, como Uberaba e Capinópolis, já realizaram a solenidade, sendo possível fazê-lo também em datas posteriores.

O agraciado deve ter conduta ilibada e precisa ter se destacado na contribuição para a realização da Justiça no âmbito do primeiro grau. A escolha é feita por uma comissão, presidida pelo juiz diretor do foro da comarca e integrada por autoridades judiciárias e políticas locais.

DESEMBARGADOR HÉLIO COSTA

O patrono da medalha foi presidente do TJMG (1980/1981) e corregedor-geral de justiça (1976/1977). Presidiu, ainda, o Tribunal de Justiça Esportiva de Minas Gerais (1961/1963) e o Tribunal Regional Eleitoral (1973), e foi provedor da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte (1985-1991).

Dedicou-se ao magistério como professor de direito civil e comercial na Universidade Federal de Minas Gerais e na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, em cuja Faculdade de Direito foi vice-diretor (1966-1969) e diretor (1969-1978). De setembro de 2003 a dezembro de 2011, quando faleceu, ocupou o cargo de superintendente da Memória do Judiciário Mineiro (Mejud).


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



Música

No Ar

Artista