• Sem categoria

Time Enactus UFV-CRP fomenta o empreendedorismo social por meio do Projeto Q

Escrito porem 23 de julho de 2017

Pioneiro em Minas Gerais, com fundação em 2013, o Time Enactus UFV-CRP tem como objetivos proporcionar a autonomia e o desenvolvimento sustentável das comunidades locais por meio da ação empreendedora, com foco em aspectos da cultura mineira. Para isso, atualmente, o time possui três projetos ativos, um deles é o Projeto Q, que busca valorizar a tradição da produção do Queijo Minas Artesanal e enaltecer esse patrimônio cultural.

O Projeto Q entrou em atividade em abril de 2018, com a família do senhor Pereira e da dona Abadia, que produzem o queijo minas em casa há mais de 50 anos como principal fonte de renda familiar. Com o exemplo deles foi possível verificar que a falta da estrutura física apropriada para a produção e, consequentemente, da certificação do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), exigida para a comercialização, inviabiliza a venda direta do queijo para o consumidor final. Assim, as vendas são realizadas por meio de intermediários que nem sempre pagam o valor justo ao produtor ou que não estipulam o preço de acordo com a qualidade do produto.

Essa realidade não se restringe à família do Pereira e da Abadia. De acordo com dados de 2014 da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-MG), existem em torno de 6 mil produtores de Queijo Minas Artesanal na região do Cerrado, destes, somente 32 possuem a certificação IMA. Diante desse cenário, o intuito do Projeto Q é despertar no produtor a vontade de adequar a infraestrutura da produção às normas, garantindo autonomia tanto na identidade do produto, do produtor e da região, quanto no rompimento da relação cultural de dependência e exploração dos intermediários na comercialização. Com o suporte técnico da Emater-MG, a equipe do projeto, junto à comunidade participante, identificou todos os pré-requisitos necessários para a aquisição da certificação IMA e, atualmente, está trabalhando na construção da nova queijaria na Fazenda São João dos produtores.

Além disso, o Time Enactus UFV-CRP, com o apoio de professores da Universidade, Empresas Juniores, dos campi Viçosa e Rio Paranaíba, e de parceiros como a Prefeitura Municipal de Rio Paranaíba, Cargill e Sebrae, trabalha para potencializar o conhecimento dos produtores por meio de capacitações, pesquisas e inovações em técnicas já utilizadas. Exemplos disso são a criação de novos produtos para o portfólio da marca, como a ricota, feita a partir da reutilização do soro do leite descartado; a pesquisa de conservação de produtos; as capacitações na área de finanças e cooperativismo; as análises microbiológicas dos queijos; a criação de tabelas nutricionais e os cuidados com a saúde e higiene dos trabalhadores.

Como forma de incentivar a família a mostrar o potencial do seu produto, o Time Enactus inseriu ainda o Projeto Q em diversas atividades na Universidade, sendo a principal delas a inscrição da iniciativa na plataforma Raex, tendo como orientadora a professora Milene Dores. Tal ação permitiu a participação da comunidade nos eventos Semear Coletivo UFV-CRP 2018 e 2019, Café, Queijo e Prosa” – Simpósio de Integração Acadêmica e Dia de Beleza na UFV-CRP. A família de produtores já participou também de diversos eventos da região como: o Festival Pratos Típicos 2018, em Rio Paranaíba; o 1º Seminário dos Produtores de Queijo Minas Artesanal do Cerrado, em Carmo do Paranaíba; e o Fenamilho 2019, em Patos de Minas.

A participação mais recente foi no Festival do Q, realizado no dia 19 de maio. Na ocasião, em parceria com as entidades do município de Rio Paranaíba, o Projeto Q e sua comunidade organizaram um evento beneficente e cultural que reuniu um grande público na Praça da Igreja Matriz de Rio Paranaíba, apresentando diversos produtos, como pastéis, pães de queijo, minipizzas, elaborados a partir do Queijo Minas Artesanal também da família de produtores.

Segundo a integrante do Time Enactus UFV-CRP, líder do Projeto Q, e estudante do curso de Engenharia de Produção, Jamile Gomes Costa, foram “alcançados resultados incríveis que refletem positivamente no andamento do projeto, principalmente no aumento da visibilidade dos produtores e do Projeto Q, que geraram conquista de parcerias e aumento significativo nas vendas dos produtos”. Outro resultado importante foi a classificação no edital Prêmio Alimentação em Foco 2019, da Fundação Cargill, na qual o projeto conseguiu estar entre os 15 semifinalistas e ser contemplado com uma bolsa que garantiu verba para a realização de suas atividades. Jamile destaca ainda que está aguardando a divulgação do vencedor do Prêmio, previsto para o próximo mês, em São Paulo, no Evento Nacional Enactus Brasil 2019 (Eneb), que reúne todos os times Enactus do Brasil. Mas, independente da conquista da premiação, ela destaca “que o projeto já é um sucesso e que a meta agora é replicá-lo com outros produtores de Queijo Minas Artesanal existentes na região do Cerrado”.

Fonte: ASCOM UFV/CRP


Opiniões dos leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.



Faixa atual

Título

Artista